Como comprar o primeiro imóvel! Veja o que é importante na hora da decisão

Como comprar o primeiro imóvel!

Pesquisar antes de fechar negócio e contar com gastos extras são dicas valiosas.

A compra do primeiro imóvel está no topo da lista de desejos dos brasileiros.

É de suma importante que o futuro proprietário esteja atento e bem informado antes de fechar o negócio, seja de um local novo ou usado, já que as “regras” básicas são as mesmas.

Definir um orçamento familiar para aquisição é uma boa ideia para ter objetividade na hora de comparar as oportunidades, facilita o entendimento do próprio mercado.

Como comprar o primeiro imóvel!

Se você tem suas reservas aplicadas em um bom investimento é provável que compense deixar parte do montante por lá, pois o juros dos bancos neste início de ano (Jan/19) estão relativamente baixos e muito provavelmente menor que uma boa aplicação.

Se você tem aplicações mais conservadoras, talvez compense fazer um aporte maior e assim ter uma prestação mais suave ou um fluxo mais curto.

Nós achamos muito importante que você entenda todo trâmite do financiamento enquanto procura um imóvel.

É que assim como existem fantasias sobre a compra de um imóvel, existem sobre os processos de financiamento. Desta maneira pode-se evitar surpresas.

Como comprar o primeiro imóvel!

Além de oferecer um norte na procura do seu imóvel ideal conhecendo sua real condição de compra em cifras exatas, ter uma carta de credito ou entendimento deste potencial de compra empodera o cliente no momento de negociação.

Sim, isso mesmo, quando o cliente está aprovado ou pelo menos bem alinhado com os bancos tem a força e objetividade necessária para se fazer uma proposta!

A negociação de valor é outro quesito importante. E a flexibilidade do vendedor depende muito da situação e do momento.

De forma geral, as propostas ainda neste inicio de 2019 tem conseguido êxito no âmbito de descontos.

Quando se fala em custo, o futuro proprietário deve estar atento aos gastos extras com o imóvel. Além da compra em si, há o imposto de transferência de bens imóveis, o chamado ITBI, escritura e registro do imóvel.

Como comprar o primeiro imóvel!

Existe uma tabela, reajustada anualmente, com os valores do imposto, mas é bom ter em mente que o custo total deve girar entre 3 e 4% do valor do imóvel.

Também vale pensar no longo prazo: colocar no orçamento os custos mensais que passará a ter, como condomínio, IPTU, água, luz, entre outros.

Depois do orçamento definido, e com ele o número de quartos ou metragem do imóvel, a escolha da região é o próximo passo.

Essa escolha tem muito a ver com as necessidades pessoais de cada um.

O que significa isso? Dentro do preço desejado estará diante de imóveis que podem ter uma das duas vantagens dentro desses 3 pilares, na maioria das vezes o cliente vai precisar entender quais seriam as principais prioridades para poder decidir.

Dentro do orçamento encontrou os 3 pilares!! Maravilha não tarde em fechar negócio!

Outro ponto é pensar na liquidez da casa ou apartamento. Se possível, escolha algo localizado em bairros valorizados e que tenham muita procura.

Como comprar o primeiro imóvel!

Tudo para que, em um segundo instante, seja fácil de vender ou alugar o imóvel. Independentemente da região e do orçamento, contar com a ajuda de um corretor de imóveis pode facilitar a busca pelo primeiro lar.

É importante, no entanto, que o profissional seja alguém que tenha conhecimento do mercado e não aquele que simplesmente queira empurrar a venda.

Um bom corretor ajudará o comprador a entender a dinâmica do mercado e prestará assessoria com a documentação, financiamento, entre outros.

 

+ Saiba mais sobre o Empreendimento VOLP 40

+ Saiba mais sobre o Quadrilátero Botafogo

+ Saiba mais sobre o Meet Botafogo

Compare listings

Comparar